Ação, Ações, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Opções
Dê preferência a ações com indicador P/L menor do que 8, melhor ainda se ele estiver abaixo de 6!
  25/09/2018 - 16:34 Login: Senha: Esqueceu a senha? 
Indique este site para um amigo:
Seu e-mail:
e-mail do amigo:
Mural da Alpha Fintec

Page 298 of 497

Data Título Resumo
02/12/2014 UOL: Produção industrial cai em 16 das 24 atividades
Entre as 24 atividades industriais pesquisadas pelo, 16 tiveram queda na produção na passagem de setembro para outubro deste ano. A principal queda foi observada na indústria farmacêutica (-9,7%), setor que havia apresentado alta no mês anterior. Com um recuo de 2,2%, os veículos automotores tiveram o segundo maior impacto negativo na indústria brasileira.
02/12/2014 UOL: Começa hoje reunião do BC para definir taxa de juros
O Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) começa nesta terça-feira (2) uma reunião de dois dias para definir a Selic, a taxa básica de juros do país. O resultado da reunião será divulgado na noite desta quarta-feira (3). A maioria dos economistas consultados pelo BC espera um aumento de 0,5 ponto porcentual, para 11,75% ao ano, segundo Boletim Focus publicado ontem.
02/12/2014 Reuters: Vale avalia IPO de parte da divisão de metais básicos
A mineradora Vale está considerando vender uma fatia minoritária da sua unidade de metais básicos por meio de uma oferta pública inicial de ações, afirmou nesta terça-feira o presidente-executivo da companhia, Murilo Ferreira. "Não estamos considerando vender uma fatia minoritária em IPO a qualquer preço --apenas no caso de termos um preço justo", afirmou.
01/12/2014 Valor: Indicadores ruins na China e na Europa impulsionam queda do Ibovespa
O Ibovespa abre dezembro em forte queda. Um mau humor global gera pessimismo, com números ruins na China, na Europa, e queda consistente das commodities. Na China, dados de PMI da manufatura calculados pelo governo chinês, recuou de 50,8 para 50,3 em novembro. Na zona do euro, segundo a Markit/HSBC, o índice de atividade dos gerentes de compra (PMI) do setor industrial recuou em novembro e passou de 50,6 para 50,1 pontos. O resultado ficou abaixo da expectativa do mercado, que era de 50,4 pontos.
01/12/2014 Brasileconômico: Copom deve acelerar Selic
O Copom deverá acelerar o ritmo de alta da Selic na próxima quarta-feira. A previsão agora é que a decisão por uma alta de 0,50 ponto seja tomada de forma unânime. O BC não só acredita que para concretizar a sua postura de autoridade “especialmente vigilante” com os rumos da inflação precisará aumentar a velocidade do ajuste, como tal disposição precisa ser referendada para que a política monetária se harmonize com o discurso de disciplina fiscal.
30/11/2014 Lula, Dilma e a porta do inferno – Luiz Carlos Mendonça de Barros
Os primeiros dois anos do segundo mandato de Dilma serão de ajustes importantes, recessivos, e que na melhor das hipóteses manterão a economia crescendo algo perto de 1% ao ano. A única força de expansão que estará atuando será um ajuste positivo na expectativa de consumidores e empresas, pois estavam todos esperando uma catástrofe que agora não virá, e a probabilidade de sucesso é bem maior do que o mercado financeiro vem precificando.
01/12/2014 Reuters: Agência de risco corta nota da dívida do Japão
A agência de classificação de risco Moody's rebaixou o rating da dívida soberana do Japão em um patamar, para o nível A1, alegando um aumento nas incertezas sobre a capacidade do país cumprir sua meta de redução de débito. O anúncio fez com que o iene tivesse a maior desvalorização em sete anos frente ao dólar, e empurrou o mercado futuro de títulos de 10 anos do governo japonês (JGB) para baixo em 10 pontos. O agência norte-americana afirmou que a perspectiva é estável.
01/12/2014 Reuters:Eletropaulo pode sair do principal índice da Bolsa
A primeira prévia para a nova carteira do Ibovespa, que será válida de janeiro a abril de 2015, contou com a saída das ações preferenciais da distribuidora paulista de energia Eletropaulo e entrada dos papéis ordinários da administradora de shopping centers Multiplan. A prévia, que foi divulgada pela Agência Bovespa na manhã desta segunda, é a 1º indicação da BM&FBovespa sobre a nova carteira teórica quadrimestral do índice da bolsa para o início do ano que vem.
28/11/2014 UOL: Agropecuária tem pior desempenho do PIB, e indústria, o melhor
O setor agropecuário foi o único da economia a apresentar queda no terceiro trimestre de 2014. A indústria cresceu 1,7% no período, com aumento em todas as áreas. A extração mineral teve o maior crescimento, de 2,2%, seguida por construção civil (1,3%), indústria de transformação (0,7%), e eletricidade e gás, água, esgoto e limpeza urbana (0,1%) e as atividades imobiliárias e de aluguel (0,5%), comércio (0,4%) administração, saúde e educação pública (0,4%).
28/11/2014 UOL: PIB do Brasil cresce 0,1% no 3º trimestre, e país sai da recessão técnica
A economia brasileira, medida pelo PIB , cresceu 0,1% no terceiro trimestre e registrou R$ 1,23 trilhão. Os dados foram divulgados hoje pelo IBGE. Com dois trimestres seguidos de resultado negativo, considera-se tecnicamente que o país está em recessão. O resultado positivo no terceiro trimestre tira o país da recessão. Analistas esperavam um desempenho melhor da economia, com crescimento de 0,3% em relação ao 2º tri.
27/11/2014 Veja: Joaquim Levy: prazo de validade
Apesar do ceticismo dominante e dos questionamentos, há um fato indisputável: a Presidente cujo voluntarismo nos legou uma economia em ‘estagflação’ a) deu uma banana para a candidata Dilma; b) ousou nomear o “inomeável”; c) surpreendeu mesmo os observadores mais otimistas, e parece, finalmente, estar pronta para anunciar medidas. Não se trata de dar a ela o benefício da dúvida, mas dos fatos. Se Levy fizer anúncios razoáveis e transmitir a credibilidade, os mercados vão responder.
27/11/2014 Brasileconomico: De quem será o ajuste?
Para Levy e Barbosa não será uma tarefa hercúlea colocar a economia no trilho certo. Basta fazer o arroz-com-feijão com algum tempero mais ousado. Restaurada a confiança do setor privado, o investimento público perde a proeminência já que será substituído com vantagens pelo privado, sobretudo na área da infraestrutura. Com o leme apontado na direção correta, não será difícil recuperar a credibilidade. Os empresários só esperam um bom pretexto para voltar a investir.
[<< Prev] 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225 226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264 265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281 282 283 284 285 286 287 288 289 290 291 292 293 294 295 296 297 298 299 300 301 302 303 304 305 306 307 308 309 310 311 312 313 314 315 316 317 318 319 320 321 322 323 324 325 326 327 328 329 330 331 332 333 334 335 336 337 338 339 340 341 342 343 344 345 346 347 348 349 350 351 352 353 354 355 356 357 358 359 360 361 362 363 364 365 366 367 368 369 370 371 372 373 374 375 376 377 378 379 380 381 382 383 384 385 386 387 388 389 390 391 392 393 394 395 396 397 398 399 400 401 402 403 404 405 406 407 408 409 410 411 412 413 414 415 416 417 418 419 420 421 422 423 424 425 426 427 428 429 430 431 432 433 434 435 436 437 438 439 440 441 442 443 444 445 446 447 448 449 450 451 452 453 454 455 456 457 458 459 460 461 462 463 464 465 466 467 468 469 470 471 472 473 474 475 476 477 478 479 480 481 482 483 484 485 486 487 488 489 490 491 492 493 494 495 496 497 [Next >>]

 

 

 

 

Consulta Ação:
 
Renovação de assinatura
Acesso à Bovespa
no curto prazo Via MACD